text

Ensaios & Certificação - FAQ 

Que tipos de equipamento podem ser certificados?

Tanto equipamentos abertos como fechados utilizados em ambientes de processamento de alimentos podem ser certificados. O EHEDG mantém no site uma lista atualizada de todos os equipamentos certificados.

Embora não existam limitações quanto à complexidade do equipamento, tipicamente apenas pequenos componentes individuais são certificados, em vez de máquinas grandes ou complexas, ou sistemas de processamento.

Para certificação de equipamento aberto, TODAS as superfícies do equipamento são avaliadas como superfícies de contato do produto, e devem atender a todos os critérios de projeto sanitário das diretrizes relevantes do EHEDG.

Atualmente somente equipamentos fechados, com conexões de tubulação entre 25 mm (1 pol) O.D. e 75 mm (3 pol) O.D. podem ser testados, devido às limitações de teste do sistema CIP. 

Como são avaliadas peças iguais do mesmo equipamento, mas que tenham dimensões diferentes para fins de certificação?

Em geral, todas as dimensões diferentes da mesma peça de equipamento devem ser avaliadas para avaliação crítica de projeto e testadas para o sistema CIP, antes da certificação. No entanto, em alguns casos em que os projetos de equipamentos são considerados completamente escalonáveis ​​por um Laboratório de Ensaio Autorizado do EHEDG, testes executados com apenas um tamanho podem ser usados ​​para certificação de toda a gama de peças. Na maioria dos casos, o equipamento NÃO é completamente escalável. Atualmente, a única alternativa para testar cada tamanho é realizar a modelagem computacional da dinâmica de fluidos (MCDF) dos diferentes projetos, para selecionar o tamanho para ensaio daquele que pode ser o mais difícil de higienizar, com base em tensões de cisalhamento de parede e troca de fluidos em áreas críticas. Se este tamanho característico passar pelo teste CIP, os tamanhos com tensões de cisalhamento de parede mais altas e troca de fluidos em áreas críticas também podem ser considerados para certificação e listados no mesmo certificado.

Por que alguns equipamentos requerem testes CIP para certificação?

Todas as peças fechadas de equipamento que estão instaladas em tubulação, por exemplo, bombas, válvulas e sensores em linha, devem ser testados de acordo com o método do Doc. 2 do EHEDG. Este teste é preliminar do projeto sanitário e identifica áreas que podem conter pontos mortos, os quais são capazes de reter detritos e microrganismos, ou que não são facilmente eliminados devido à dinâmica de fluxo.

Por que alguns equipamentos não requerem testes CIP para certificação?

Os equipamentos fechados, que cumprem plenamente os requisitos de projeto sanitário, podem ser certificados sem ensaios. Exemplos são linhas de tubulação ou sensores de pressão sem selos elastômeros.

O que são testes de facilidade de limpeza, testes de CIP e testes do Doc. 2?

Estes termos são equivalentes ​​e referem-se a "um método de avaliação da facilidade de limpeza in-place do equipamento de processamento de alimentos", descrito no Documento EHEDG 2 publicado pelo EHEDG. O método de ensaio é utilizado como um teste preliminar do projeto sanitário. Sua função é determinar se as áreas (ou as características) dentro de uma parte de um equipamento são "de fácil limpeza", comparando os resultados do teste aos de uma tubulação de referência padrão, suja e limpa durante o mesmo teste. Devido à variabilidade inerente na limpeza do equipamento, o teste deve ser repetido com sucesso pelo menos 3 vezes, para que o equipamento seja elegível para a certificação. Este ensaio é exigido para equipamento que será certificado como Tipo EL Classe I e EL Classe I Asséptico.

Quais são as diferenças entre as certificações EL Classe I, EL Classe I AUX?

A EL Classe I é apenas para equipamentos fechados, destinados a serem limpos com líquidos no local (CIP), e o sistema CIP pode ser testado usando o método do Doc. 2.  A EL Classe I AUX é para certificação de equipamentos auxiliares abertos, que se destina a serem limpos in-place com líquidos, mas não são testados.  A EL Classe II é para equipamentos a serem limpos com líquidos, mas devem ser desconectados ou desmontados antes da limpeza.

Há um teste de limpeza do equipamento aberto?

Não. Uma vez que o equipamento aberto não pode ser testado para assegurar a limpeza, os equipamentos abertos a serem limpos com líquidos apenas podem ser certificados como EL Classe I AUX ou EL Classe II. Os equipamentos abertos destinados a serem limpos a seco, apenas podem ser certificados como Classe ED I ou Classe II.

Por que os Certificados do EHEDG exigem Prorrogação Anual e Renovação de 5 anos?

O processo de prorrogação anual fornece ao EHEDG a garantia declarada pelo detentor do certificado de que o projeto do equipamento não foi alterado ao longo de um ano.

O processo de renovação de 5 anos permite ao EHEDG assegurar que o equipamento certificado atende aos mais recentes critérios de certificação por alterações de diretrizes do EHEDG, critérios de certificação ou procedimentos de teste. Este processo foi estabelecido em 2015.

Por que a vedação ou materiais elastômeros constam no certificado?

Vários tipos de elastômeros podem ter propriedades de material diferentes. A experiência demonstrou que materiais diferentes no mesmo projeto mecânico, podem afetar a limpeza do equipamento. Desde 2009, o certificado lista os elastômeros que foram testados no sistema CIP. O equipamento é certificado somente para os elastômeros listados no certificado. Cada elastômero listado no certificado deverá ser testado no sistema CIP através do método do Doc. 2.

A mesma peça de equipamento pode conter dois certificados diferentes?

Sim. Por exemplo, Tipo EL Classe I para limpeza e Tipo EL Classe I Asséptica para aplicações estéreis.

A mesma peça de equipamento pode ser certificada sob diferentes nomes e vendida por diferentes empresas (revenda)?

Sim, serão emitidos os arquivos de certificação individualmente. O relatório de avaliação do certificado refere-se ao equipamento original (relatório de ensaio ou relatório de avaliação).

O que deve ser feito com o certificado existente se o nome da empresa mudar ou o nome do equipamento for alterado?

O Instituto de Certificação original emite um novo arquivo de certificação com o novo nome, como se fosse uma Revisão. Se o certificado existente tiver mais de 5 anos, a certificação entrará no processo de renovação de 5 anos.

Que partes de equipamentos "fechados" são avaliadas e certificadas pelo EHEDG?

Para os componentes de equipamentos fechados a serem limpos in-place (CIP) com líquidos (certificação EL CLASSE I), apenas as superfícies / partes internas em contato com líquidos são avaliadas e certificadas, de acordo com os critérios de projeto sanitário, em conformidade com as diretrizes do EHEDG. Isto significa que para bombas, válvulas e sensores em linha, o motor, o sistema de acionamento, o atuador ou a estrutura (se presente) NÃO são avaliados e certificados para facilidade de limpeza de acordo com as diretrizes do EHEDG. Somente as paredes internas e superfícies em contato com o produto são avaliadas e certificadas de acordo com as diretrizes do EHEDG e, quando necessário, são testadas quanto à facilidade de limpeza, em conformidade com o Doc. 2. 

Qual é o significado do Mês e Ano no Logo “Certificado pelo EHEDG”?

A data no certificado e no Logo Certificado do EHEDG, indicam o mês e o ano em que o equipamento foi avaliado criticamente e certificado pela última vez. À medida que novas diretrizes forem criadas, as existentes são atualizadas e os métodos de teste aprimorados e o equipamento certificado deve atender critérios da diretriz mais detalhadas e recentes e/ou passar critérios de teste mais específicos. Os equipamentos com certificados emitidos antes de 2009, foram apenas revisados de acordo com o Doc. 8 do EHEDG, já os certificados emitidos mais recentemente consideram todos os documentos do EHEDG relevantes para o referido equipamento. Os equipamentos que possuem certificados com as datas mais recentes devem atender aos critérios mais atualizados de métodos de ensaio da EHEDG. Pelas razões descritas acima, a partir de 2015, todos os certificados passaram a ser renovados a cada 5 anos, para garantir que o equipamento atenda aos mais recentes critérios das diretrizes de método de ensaio.

É possível ter juntas de metal com metal certificadas?

O EHEDG permite apenas juntas de metal com metal para equipamentos sujeitos a certificação no Tipo EL Classe II e Tipo ED Classe I e II. Como eles podem abrigar sujidades ou os líquidos e podem sofrer corrosão, o EHEDG não recomenda nenhuma conexão direta de metal com metal além da soldagem.

Quando um Certificado EHEDG é está em período de renovação e o teste CIP foi realizado anteriormente, o equipamento precisa ser testado novamente?

Se os ensaios foram realizados após 1º de janeiro de 2008, o relatório pode ainda ser válido para fins de recertificação se o desenho e os materiais não tiverem sido alterados. Consulte um AAA para avaliação crítica.

"Aviso de renovação pendente" - O que significa?

Os certificados no banco de dados EHEDG de certificados EHEDG válidos podem ser destacados com um marcador “Renovação pendente" se um certificado estiver sujeito a renovação e o processo de renovação ainda não tiver sido concluído. A presença bandeirinha está ligado ao cumprimento dos seguintes pré-requisitos:

  • O certificado já expirou
  • Um pedido de renovação foi entregue a tempo
  • O componente já passou com sucesso a fase de avaliação HD
  • O componente está sujeito a ser testado

Assim, os testes e / ou a emissão formal do certificado ainda não foram concluídos. O componente ainda pode falhar no teste. Nesse caso, o sinalizador "Renovação pendente" será retirado e o certificado será removido do banco de dados.